Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

21/09/2016

"O emprego formal é um bicho em extinção"

Olá, pessoas!

Trago novidades sobre o mais novo lançamento da Editora Belas-Letras: "101 Profissões fora do comum", juntamente com uma entrevista dos gêmeos jornalistas e humoristas Anderson e Emerson Couto à editora.


"O emprego formal é um bicho em extinção"

A frase é dos gêmeos Anderson e Emerson Couto, jornalistas e humoristas por acaso. Conversamos com a dupla sobre o lançamento do livro 101 profissões fora do comum para pessoas nada normais, já em pré-venda. Confira!

Belas Letras: De onde veio a ideia para criar um livro com profissões fora do comum?
Anderson e Emerson: O 101 profissões foi o desafio de ampliar nosso mundo, ir além das redações de jornal. A linguagem é muito semelhante à do nosso primeiro livro, com humor e deboche, mas agora falando de outros profissionais. A questão do “fora do comum” é que a gente não queria fazer um guia de carreiras convencional, sério, todo certinho. Ter uma profissão hoje não significa ter necessariamente um curso superior. Ser subcelebridade, por exemplo, seduz muito mais do que estudar agronomia. A gente queria falar destas estranhezas, inventar carreiras, brincar com a história da escolha de um caminho profissional, ironizar os clichês deste universo.

BL: Se não trabalhassem como jornalistas e tivessem que escolher uma das profissões do livro, qual seria?
A e E: Uma ocupação interessante seria doador top de sêmen, mas não teríamos competência para tal. Talvez personal escritor de mensagens de amor para usuários do Tinder tenha mais a ver com a gente.

BL: Vocês comentam no livro que o mercado de trabalho está em transformação, e que trabalhar não é mais só um meio de ganhar dinheiro. A mensagem de vocês é que dá pra trabalhar se divertindo?
A e E: Em muitos setores, o emprego formal, com carteira assinada e coisa e tal, é um bicho em extinção. E isso independente de crise econômica. As novas gerações não querem mais relações de trabalho caretas, não dependem mais das ferramentas de trabalho do patrão. 

BL: As profissões chamadas clássicas também ganham um novo olhar no livro. Como foi essa construção misturando profissões clássicas e novas?
A e E: Quando a gente fala de novos tempos, não significa dizer que profissões clássicas vão morrer. Médicos, engenheiros, advogados serão sempre necessários, mas precisam se adaptar a tais novos tempos. Até algum tempo atrás, não existiam crimes digitais. Hoje, temos advogados especializados em direito digital. O nude que vazou de forma criminosa rende mais causas que pensão para ex-mulher. 

BL: Vocês são gêmeos e têm a mesma profissão. Como é isso?!
A e E: Temos uma conexão fantástica, nos sentimos bem juntos, fazendo as coisas juntos (quase todas, claro). Temos afinidade com os textos, nos completamos. O fato de sermos igualmente jornalistas e escritores também deve ter a ver com algum gene de pobreza que herdamos da família. 


E aí? O que acharam? Esse livro promete, né? Espero lê-lo em breve!

Beijos!


19/09/2016

# Lidos em Julho e Agosto

Olá, pessoas!

O post de hoje é sobre os livros que eu li nos meses de Julho e Agosto. Confesso que foram bem poucos, é até vergonhoso fazer uma postagem sobre isso, maaaassss, com pós graduação e preparativos para a Bienal, foi o que eu consegui.

Vamos conferir?






Desses aqui, o que eu mais gostei foi Enquanto eu te esquecia, e o que menos  gostei foi Didática e Avaliação em Língua Portuguesa, acredito que, por se tratar de um livro mais teórico e repetitivo.

Então é isso, galera. Essas foram as minhas poucas leituras dos últimos dois meses. Vocês já leram algum deles? O que acharam? Comentem!

Beijos!

17/09/2016

# Eu li, e você? # 60

Título: Eu me possuo
Autora: Stella Florence
Número de páginas: 184
Ano: 2016
Editora: Panda Books

Karina é uma jovem estudante de Odontologia que mora com os pais e a irmã. Apesar de aparentemente levar uma vida normal, K está cansadíssima da apatia da família, da faculdade e dos estágios. O que ainda a alegra um pouco, é a relação confortante com a avó materna, muito à frente de seu tempo.

Ela enxerga uma forma de mudar de vida, quando sua amiga de infância lhe pede ajuda no bar, o que ela não imaginava é que esse trabalho a colocaria diante de seu maior fantasma, Gustavo.

Finalmente o destino permite o acerto de contas entre ela e o homem que a violentou no seu aniversário de 17 anos.

“O fato de eu ter me sentido atraída por você, ter ido a sua casa, ter desejado transar com você, não signi fica que você poderia me violentar. Desejar um homem não é o mesmo que desejar ser estuprada por ele. Você disse que tem ido ao meu bar a m de se desculpar por alguma má impressão que tenha deixado em mim. Você não deixou uma má impressão, Gustavo. Você cometeu um crime."

Diferente do que aparenta ser, a narrativa caminha por um rumo inesperado: o foco não é o estupro na adolescência, mas sim uma nova Karina, seis anos depois do ocorrido. O conteúdo do livro não é pesado, apesar de se tratar de um tema bastante delicado e mais comum a cada dia. 




O descaso com os sentimentos e a violência contra à mulher é um assunto que deve ser tratado com muita atenção. Enfrentar os medos, por si só, é bem difícil. Enfrentar os traumas é pior ainda. Apesar de Karina ter superado esse fato, não o fez 100%, afinal, uma pessoa violentada, jamais será a mesma. Uma parte dela deixou de existir. E talvez tenha sido esse o motivo que me fez ficar sem saber o que dizer sobre ela. Ao mesmo tempo em que se mostrou uma guerreira, apesar das cicatrizes no corpo e na alma, a forma com que se envolveu com alguns homens me deixou perplexa, de certa forma. Sempre achei que pessoas que já sofreram algum tipo de violência sentem receio de se envolver e são mais "cuidadosas" nesse sentido, o que não aconteceu com a protagonista. No entanto, ao concluir a leitura, me pareceu ser essa a forma de ela assumir o controle da situação e não permitir que ninguém machuque seu coração novamente.

"A força que hoje me habita é criação minha. Eu me possuo. Ninguém mais." 

CLASSIFICAÇÃO: 


BOM!



14/09/2016

# Lançamentos de Setembro - Editora Gente/Única

Oi, pessoas! Tudo bem?

Hoje trago os lançamentos do mês de setembro da nossa parceira, Editora Gente e de seu selo, Única. Vamos conferir?

Título: O guia completo Pokémon Go
Subtítulo: Como se tornar rapidamente um mestre Pokémon Autor: Daniel Salengue e Luiz Fernando Duarte Júnior
Selo: Única
ISBN: 978-85-9490-001-2 Formato: 13,5 x 20,5 cm
Páginas: 96
Gênero: Infantojuvenil/ Games/ Guia Lançamento: Setembro de 2016
Preço de capa: R$ 29,90 Pré-venda até 26 de agosto: R$ 24,90

O primeiro guia brasileiro completo de Pokémon Go!

Pokémon Go é um jogo diferente, pois motiva você a se levantar do sofá e explorar o mundo ao seu redor! Aqui você encontra as melhores e mais recentes dicas e estratégias testadas por jogadores do game. Este livro vai ajudar você a se tornar um treinador de elite o mais rápido possível. Nas páginas do guia você vai aprender:

# As melhores configurações iniciais para começar a jogar;
# A melhor maneira de capturar seu primeiro pokémon, incluindo como fazer o Pikachu ser o primeiro;
# As diferentes maneiras de se lançar a pokébola, como ganhar mais XP com os lançamentos e aumentar suas chances de capturar os pokémons;
# Lista de recompensas para cada treinador do primeiro nível até o 20;
# Como fazer para a bateria do seu smartphone durar mais;
# Como atrair pokémons selvagens para perto de você;
# Como encontrar PokéStops e, muito importante, quais evitar;
# Como chocar ovos de Pokémon;
# Os melhores lugares para encontrar cada tipo de Pokémon;
# Estratégias avançadas para ajudar a defender seu ginásio de ataques e atacar os rivais;
# Golpes especiais para ajudá-lo a vencer todas as batalhas;
# Como deixar seus pokémons mais poderosos utilizando menos recursos;
# Como curar seus pokémons feridos e nocauteados.

Afinal, com toda essa "Febre Pokémon", um guia completo não poderia faltar, não é mesmo?

09/09/2016

# Eu, li e você? # 59

Título: Desvende meu coração
Autor: Dominic Evans
Número de páginas: 144
Ano: 2015
Editora: Belas-Letras

Dividida em cinco partes, como se fossem as fases do relacionamento e, com uma proposta interativa e divertida, essa obra fará você rir e refletir enquanto rabisca suas aventuras e desventuras da vida amorosa.

O livro traz citações motivacionais que vão de Shakespeare à Michelle Obama, com o intuito de confortar os mais diversos tipos de corações e é uma ótima dica de leitura, inclusive àqueles que não são tão fãs de livro.

Por se tratar da re(descoberta) e do autoconhecimento humano, o autor não prioriza um público específico: abrange sua obra a todos, independente da raça, crença ou opção sexual, o que, conta muitos pontos, visto a diversidade que encontramos dia após dia.

Além de ser uma leitura leve e interessante, o livro está um amor que só! Conta com ilustrações feitas à mão e baseado no preto, branco e vermelho. Puro charme, não é? A Belas-Letras acertou mais uma vez ao publicar uma obra tão maravilhosa quanto essa. Se eu fosse você, não perdia mais tempo e tratava de desvendar (e logo) o seu coração!



CLASSIFICAÇÃO:

MUITO BOM!


07/09/2016

# Bienal do Livro de SP # Eu Fui

Oi, seus lindos!

O post de hoje é sobre uma grande conquista: a minha presença na 24ª Bienal do Livro de São Paulo. Siiiim!! Você não leu errado, é isso mesmo! Eu fui!

Então, resolvi contar um pouquinho dessa minha fantástica experiência para vocês: para quem não sabe, moro em uma cidadezinha do interior de Santa Catarina, chamada Rio Negrinho (para vocês terem noção, não tem nem livraria na minha cidade). E é aí que começa a aventura...

A vontade de ir para a Bienal pela primeira vez, existia há muuuuiiiiiito tempo!! Na época de faculdade, minha turma foi, mas eu estava tão falida financeiramente que não pude ir, sendo assim resolvi adiar meu sonho por mais dois anos. A decisão de ir esse ano se deu a partir do momento em que descobri que ela, a diva master, Marian Keyes, estaria presente no primeiro fim de semana do evento, mais precisamente no dia 28/08. Pronto! Pirei o cabeção! Imagina, gente: M-A-R-I-A-N K-E-Y-E-S!!! E para melhorar, esse ano as senhas para autógrafo foram distribuídas pela internet e, eu consegui uma! Só assim para garantir chegar pertinho da Marian. Quem me conhece sabe o quanto eu amo essa autora e, agora que meu sonho inalcançável estava prestes a acontecer, abandonei minha vida em Rio Negrinho: minha mãe, meu namorado e meus cachorros (inclusive uma prova que me garantiria uma vaga como professora do município em minha cidade no ano de 2017), no sábado (27/08), meu namorado me levou até a cidade vizinha e embarquei num ônibus para Curitiba - PR, onde ficaria hospedada na casa da minha amiga de toda a vida (e que também ia para a Bienal). Dormi na casa dela e, às 4h da manhã do dia 28, acordamos e fomos de táxi até o aeroporto. (Quase perdemos o avião, pois o táxi se atrasou, mas enfim, deu tudo certo). Nosso voo saía às 6h. Foi a primeira vez que viajei de avião e eu achei o máximo! Às 7h chegamos no aeroporto de Guarulhos em São Paulo, onde nos encontramos com alguns amigos. Próxima parada: Bienal. Ok, como chegar? Nos perdemos, pegamos um ônibus que não sabíamos direito para onde ia, a sorte foi que um taxista fez uma corrida para nós e não cobrou muito...

Foto oficial, antes de nos perdermos lá dentro haha

A abertura dos portões foi às 10h, e a fila estava enorme! A primeira coisa que eu fiz quando entrei foi procurar onde seria o bate-papo com a Marian Keyes. As pessoas foram todas muito solícitas e consegui achar. Fiquei lá esperando começar e, quando a Marian chegou, junto com a Carina Rissi, sério, pensei que ia infartar. Minhas duas divas, nacional e internacional juntas na arena BNDES, juro que achei que ia morrer! Isso foi melhor do que eu sempre sonhei!

Começou o bate-papo, que foi incrível! A Marian é uma fofa, carismática e atenciosa, como eu sempre imaginei: um amor de pessoa!



Para quem tem interesse, aqui está um trechinho do que ela conversou conosco:



Fofocas e novidades em primeira mão;

# Ela falou sobre o novo livro, que ainda não foi traduzido para o português: Making It Up As I Go Along, no qual ela relata situações que aconteceram com ela (imagino que o livro é incrível!)
# E o mais importante de tudo: A história da família Walsh vai continuar, agora com as filhas das 5 irmãs mais lindas e loucas do mundo! Não, você não leu errado. E a primeira será a Kate, filha da Claire (protagonista de Melancia) e que em Chá de Sumiço já tem 17 anos. Afinal, está mais do que na hora de ela ter sua própria história, não é?

Bem, vamos agora para a sessão de autógrafos. Gente, que coisa mais cansativa! Fiquei 3 horas e meia na fila! Mas valeu muito a pena. Pudemos conversar um pouco (ainda bem que sou professora de inglês kkk), falar sobre a admiração que eu tenho por ela e pelo seu trabalho, abraçar, ganhar autógrafo no Férias! que é meu favorito, além do autógrafo na foto do meu bolo de aniversário (com os livros dela), tirar foto e até selfie! Hahah foi mais que demais! A Marian é, literalmente uma diva, super simples e carinhosa com toda aquela legião de fãs, atendeu a todos com muita paciência e amor. Não é à toa que ela é minha autora favorita né?

My precious


*---*

Encerrada a sessão de autógrafos, fomos almoçar (às 15h30min). Eu estava com as pernas doloridas de ficar tanto tempo em pé, que sentei no chão para almoçar, já que não tinha lugar nas mesas hahah

Saindo da praça de alimentação, eu me deparo com o quê? Uma fila de autógrafos do Ziraldo. As senhas foram distribuídas na hora e eu não podia perder a chance né? Afinal, não é todo dia que você encontra os seus dois autores: da infância e da adolescência juntos. Pois é, encarei mais uma fila de autógrafos, mas sem dúvida valeu muito a pena. O pai do menino maluquinho é um cara muito simpático, atencioso e humilde. E, como não poderia ser diferente, o autógrafo para uma professora maluquinha foi no livro Uma Professora Muito Maluquinha.

Ídolo de infância

Terminada a sessão de autógrafos, fomos passear pelos estandes e tirar muitas fotos:


Disney!



Parceira *-*




Então, gente. A Bienal foi fantástica, porém super cansativa. Não dava conta das minhas pernas mais, de tão cansada. Mas valeu a pena? Com certeza sim! Foi, literalmente uma grande aventura, que jamais esquecerei!

E como não poderia faltar, o saldo da Bienal, com muitos marcadores, claro:



Beijos literários!

05/09/2016

# Eu li, e você? # 58

Título: Morando Sozinha
Autora: Fran Guarnieri
Número de páginas: 160
Ano: 2015
Editora: Belas-Letras

Morando Sozinha é o resultado de um conjunto de relatos vividos pela blogueira e autora Fran Guarnieri em sua mais nova aventura: morar sozinha.

Nele, a autora nos dá dicas de quais são os primeiros passos que devem ser dados antes de tomar essa atitude que não é tão simples quanto parece, principalmente para aqueles que sempre tiveram casa, comida e roupa lavada. 

Ter uma casa só sua é, sem dúvida, um grande passo para se tornar independente e adulto de verdade, mas tem o seu preço. O primeiro passo, enfatizado durante todo o livro, é aprender a se organizar e, a partir de então, seguir adiante com seu sonho, seja ele qual for. Além, é claro, de dicas essenciais de sobrevivência, eu diria haha tais como o que comprar para a casa nova, burocracia das imobiliárias, listas de supermercado, finanças e, até mesmo, em alguns casos, a solidão. Só não há como evitar uma coisa, mesmo com todas essas dicas, a autora alerta:

"Então vou te contar um segredo que a essa altura já não é mais segredo: há coisas que a gente só aprende errando."



O livro é bem completo, divertido à sua maneira, e cheio de conselhos e dicas interessantíssimos. A diagramação está perfeita, assim como a capa e os detalhes. Super indico!


CLASSIFICAÇÃO:


MUITO BOM!





04/09/2016

# Eu li, e você? # 57

Título: Fique com alguém que não tenha dúvidas
Autora: Marina Barbieri
Número de páginas: 192
Ano: 2016
Editora: Única

Há quem diga que só existe uma certeza nesse mundo: a da morte. Quem pensa assim, está redondamente enganado, segundo a autora Marina Barbieri. Além da morte, também é certeza que todos, mais dia, menos dia irão sofrer por amor... Quem nunca sofreu, que atire a primeira pedra, e se você ainda não passou por isso, muita calma nessa hora, sua vez vai chegar hahaha

Nesse livro, a autora e também blogueira do blog Deu Ruim, nos apresenta os diversos caras errados que apareceram ao longo de sua vida, entre eles, o Sr. Problema, o Sr. Feito-pra-casar e o Sr. Distância, assim como todo o sofrimento e aprendizado que lhe proporcionaram.

Através de crônicas, Marina nos mostra aquilo que já sabemos, mas não queremos aceitar: somos muito idiotas quando estamos apaixonados (as), acreditamos nas desculpas mais esfarrapadas, não admitimos estar errados e, pior, nos boicotamos e comprometemos nossa felicidade tentando acreditar na ilusão de que dessa vez vai ser diferente, mas nunca é!

"A esperança é uma grandíssima f*lh@ da p*@@, não é? Ela é, e realmente é a última a morrer. Mas vou te contar uma coisa: quando ela morre, não volta nunca mais. E não existe ligação, declaração ou arrependimento que resulte em uma reconciliação."


Você se identificou? Pois é, eu também. Então, prepare-se para rir, chorar e vestir a carapuça! kkkkk O estilo da autora é super leve e enquanto lia, parecia que eu conversava com uma velha amiga, daquelas mais íntimas! Já entrou para a lista dos favoritos, super indico! E nunca se esqueça:

"Alguém que não tenha dúvidas é alguém que, além de amor sincero, oferece a você amizade, respeito, apoio, igualdade, companheirismo, diálogo, prazer, segurança, lealdade, maturidade e o que mais for necessário para um relacionamento saudável e feliz".

CLASSIFICAÇÃO:


ÓTIMO!


02/09/2016

# Lançamentos da Editora Butterfly na Bienal do Livro de SP

Oi, pessoas!

A novidade de hoje são os novos livros que a Editora Butterfly, parceira do blog, vai lançar agora, durante a Bienal do Livro de SP.

Então, não vamos perder tempo e vamos saber um pouco mais sobre essas novidades incríveis?


DE BEM COM A VIDA

O consagrado escritor Lauro Trevisan, desta vez, quer provocar no leitor a reflexão e o sorriso. Com uma linguagem bem-humorada, ele nos apresenta uma espécie de “guia do alto-astral”, com 52 capítulos, que podem ser lidos a cada semana do ano, convidando-nos a desenvolver um olhar positivo perante a vida e a descobrir sempre o lado bom das coisas. Entre outras palavras de ânimo, o autor dá dicas de como se libertar do estresse cotidiano e como ter pensamentos positivos diante dos obstáculos da vida. Ele deixa claro que apesar de ser uma tarefa desafiadora, é possível sim, superar os obstáculos da vida. Afinal, rir é o melhor remédio, sempre!

LAURO TREVISAN

Lauro Trevisan é formado em Filosofia, Teologia e Psicologia. Escritor versátil, já publicou cerca de 80 livros nos mais variados gêneros, desde autoajuda e espiritualidade, a romances, contos e poesias. É autor do best-seller que teve mais de 1 milhão de exemplares vendidos, O poder infinito da sua mente. Lançou também CDs e DVDs. É conhecido palestrante internacional e tem obras editadas no Brasil e no exterior.


DOIS MUNDOS

Num futuro distópico, Marina é uma jovem brasileira que carrega a força e os poderes de três grandes deusas celtas. Ela é aquela que cria, acolhe e mata. Protegida por guerreiros, perseguida por mortais e desejada por deuses, precisa encontrar os míticos tesouros da Tribo de Dana se quiser salvar o que restou do mundo...
Ano de 2021. A Terra está devastada e poucos são os sobreviventes. No Brasil, grupos se reúnem em pequenas vilas em torno da água potável. O oásis neste caos fica na Chapada dos Veadeiros, na Fazenda Tribo de Dana, onde vive um povo guerreiro que acredita tudo ser parte dos planos da Grande Mãe. Neste paraíso vive Marina. Considerada o avatar de três grandes deusas celtas, precisa lidar com poderes diversos de cura, vida e morte. Ao abrir o véu que separa o mundo dos mortais do Outro Mundo, a jovem liberta antigos deuses. E dois mundos distintos estão prestes a colidir, quando ela descobre que detém nas mãos o destino da humanidade.

Assista ao book trailer:


SIMONE O. MARQUES

Simone O. Marques nasceu em São Paulo no mesmo ano em que aconteceu o festival de Woodstock e que o homem pisou na Lua pela primeira vez. Casada, mãe de uma historiadora e apaixonada por histórias de ficção e fantasia, publicou seu primeiro livro em 2008. Desde então, já teve vários títulos editados. É autora da saga histórica As Filhas de Dana, da série de vampiros Sabores do Sangue, e das séries de aventura fantástica Os tesouros da Tribo de Dana e Crônicas do Reino do Portal. Possui contos publicados nas antologias Draculea; Grimoire dos Vampiros; Elas Escrevem; Marcas na Parede; No mundo dos Cavaleiros e Dragões; Tratado Secreto da Magia; Extraneus (volume I, Medieval Sci-Fi); Histórias Fantásticas (volume I); Asgard: a saga dos nove reinos; Espectra; Martelo das Bruxas (prefaciadora); A Batalha dos Deuses (convidada). Também é autora de roteiros de comédia, fantasia e ficção.


E aí? O que acharam dos lançamentos? Eu, particularmente, gostei dos dois, maaas Dois Mundos me chamou a atenção, sem dúvida nenhuma. Assim que li a sinopse já achei que o estilo de história seja parecido com as de Sevenwaters, estou ansiosa para descobrir mais sobre o livro. E vocês?

Não deixem de conferir maiores informações no site: http://www.editorabutterfly.com.br/

Beijos literários!