Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

31/01/2017

# Divulgação Vidas Roubadas

Oi, pessoal! Como estão?

Hoje eu trago novidades sobre a autora Ana Cláudia Esquiavo e seu mais recente livro: Vidas Roubadas. Vamos saber um pouquinho mais sobre esse lançamento?


A autora:

Formada em comunicação pela Universidade Estácio de Sá, Ana Cláudia recebeu um prêmio de Menção Honrosa pelo documentário “Filhos da Grade” durante a faculdade. Trabalhou como assessora de imprensa e assistente administrativo. Hoje publica seu primeiro livro “Vidas Roubadas” e escreve para o blog Cantinhos do Paraíso.


O livro:

Joana Prates torna-se uma revelação no mundo da moda ao desenhar e costurar vestidos de presidiárias para um desfile na cadeia, onde fora presa injustamente aos 33 anos. Acusada de sequestrar um bebê, após uma armadilha plantada pela irmã mais velha, ela encontra a consagração ao sair da penitenciária, mas precisa lidar com os fantasmas do passado e traumas causados pela sua conturbada família. 
O reconhecimento profissional traz inúmeras entrevistas onde ela é obrigada a explicar os motivos que a levaram à prisão. Durante seu primeiro desfile, ela conhece Alexia Soares, uma respeitada jornalista do jornal Diário Mundial. A repórter foi obrigada por sua editora-chefe a abandonar o jornalismo investigativo ao iniciar uma intrigante e terrível investigação sobre tráfico de bebês, que causou riscos a própria vida.
Obrigada a entrevistar Joana, Alexia descobre elos entre a injusta prisão da estilista, a matéria que estava investigando e a promessa feita a sua mãe, que nunca conseguira cumprir, de encontrar a irmã desaparecida.
Para limpar sua honra, Joana aceita ajudar Alexia a concluir a reportagem para desbaratar a perigosa quadrilha e mergulham em um mundo onde verdades que ambas nunca pensariam ter que enfrentar são reveladas. 

Confira o Book Trailer:



         Fique por dentro:


         Gostou?

Compre aqui

Espero que tenham gostado da novidade! Comentem!
Beijinhos literários


27/01/2017

# Capas x Flores

Oi, pessoas! Como estão?
Espero que ótimas, assim como eu.

Esse é o primeiro post do #Capas esse ano, e confesso que eu estava meio sem ideia sobre qual tema fazer, mas como a minha mãe resolveu dar um up o jardim aqui de casa, plantando e mudando as flores de lugar, decidi que o post seria sobre capas de livros com flores. Vamos ver as minhas escolhas? Assim vocês já aproveitam para comentar quais acharam mais bonitas e se já leram algum dos livros da seleção, combinado?

SELEÇÃO 1



SELEÇÃO 2



SELEÇÃO 3




E aí? Curtiram minhas escolhas? Particularmente, achei uma mais linda que a outra... Comentem!

Beijos!



25/01/2017

# Eu li, e você? # 80

Título: Se o vento diz
Autor: José Fernando Guedes
Número de páginas: 68
Ano: 2016
Editora: Imprimatur

Este é o primeiro livro de poesias do neurocirurgião José Fernando Guedes, que deixa as pinças e bisturis do mundo profissional de lado, para operar com idêntica perfeição com o papel e a caneta no corpo do poema através de metáforas e analogias.

A ideia de um homem que convive diariamente com aquilo que mais nos amedronta - a morte - sensibilizar as palavras e dar vida à poesia é algo fascinante.

Sempre gostei muito de poesia, como professora de português e literatura, sou até suspeita em falar, né? rsrs Devo enfatizar que me encantei, particularmente com esse livro, pela devoção à natureza e às singelezas da vida que nos são gratuitas.


"Às vezes para se fazer entender há que se calar, o que é outra forma de gritar".

O livro é cheio de significados e muitos deles me encantaram e me emocionaram. Recomendo a todos que curtem poesia e aos que não, deem uma chance, para desacelerar, respirar e refletir, não irão se arrepender, tenho certeza!


CLASSIFICAÇÃO:

MUITO BOM!



21/01/2017

# Eu li, e você? # 79

Título: O menino do pijama listrado
Autor: John Boyne
Número de páginas: 190
Ano: 2007
Editora: Seguinte

Bruno é um menino de 9 anos que mora em Berlim, em um dos mais conturbados períodos da história da humanidade: A Segunda Guerra Mundial. Seu pai assume o cargo de comandante do exército nazista e eles deixam a capital para morar em "Haja Vista", como diz Bruno, cuja pronúncia correta seria Auschwitz.

Lá, longe de tudo e de todos, o menino se vê diante de uma grande monotonia e tristeza, afinal, não tem mais os seus melhores amigos da vida toda para brincar e, sua irmã, Gretel, adora diminuí-lo diante das outras pessoas por ser mais velha que ele.

Da janela do seu novo quarto, ele vê uma cerca, cuja ultrapassagem é terminantemente proibida. Do lado de lá, há cabanas e pessoas muito magras, todas usando um pijama listrado, enquanto que do lado de cá, há apenas a casa do comandante.


Sem ter o que fazer, ele decide então brincar da única coisa que consegue sozinho: explorar. E é assim que acaba conhecendo, nas imediações da cerca, Shmuel, um menino judeu que usa pijama listrado e, coincidentemente, nasceu no mesmo dia, mês e ano que ele. A partir de então, os dois começam um bela e pura amizade, que desafia as regras de uma nação fascista, impiedosa e injusta. A inocência do protagonista é notada do início ao fim da leitura, o que garante uma imensa carga emocional à obra, juntamente com uma reflexão acerca dos valores e preconceitos, bem como as atrocidades cometidas devido à intolerância infundada. Sinceramente, achei que iria me emocionar mais com esse livro, a ponto de chorar muito e ficar com ressaca literária por dias, mas como isso não aconteceu, não posso dizer que o classifico como um de meus favoritos, apesar de a leitura valer a pena, sem dúvida!



CLASSIFICAÇÃO:

ÓTIMO!


18/01/2017

# Eu li, e você? # 78

Título: Los Angeles
Autor: Marian Keyes
Número de páginas: 490
Ano: 2012
Editora: Bertrand Brasil

Margareth Walsh sempre foi a irmã mais bem educada, certinha, boa aluna e meiga. Diferentemente de Claire, Rachel, Anna e Helen (a pior de todas). Até se cansar de andar na linha e meter o pé na jaca, a começar pelo seu casamento de 9 anos com Garv, seu namorado dos tempos de escola, do qual ela desconfiava estar vivendo um caso extraconjugal. Mas não era só a vida pessoal que estava uma droga, o serviço em uma firma de advocacia também estava deixando-a completamente louca!

Maggie larga tudo e vai para a terra do glamour: Hollywood. Em companhia de Emily, sua amiga de infância e roteirista em ascensão, as duas viverão grandes aventuras em Los Angeles. E é a partir de então, que ela muda o comportamento, começa a frequentar baladas e conhece muita gente nova, entre eles o charmoso Troy, que balançará seu coração ferido.

Um aspecto marcante da narrativa é a presença da mamãe e do papai Walsh, bem como de Helen e Anna, que decidem embarcar para Los Angeles, a fim de passar umas férias... Mas isso cheira encrenca de longe! E muita risada, sem dúvida! (Aqui devo ressaltar a importância em ler os livros em ordem. Entre Melancia e Férias! não há um espaço de tempo muito grande, portanto, um livro não dá tanto spoiler do outro. Mas se você está começando agora, 'pelamor' não leia Chá de Sumiço e nem Tem Alguém Aí antes de Los Angeles, ou então, sua vida estará comprometida pra sempre, é sério! kkkk)

A história alterna entre passado e presente, o que nos leva a conhecer um pouco melhor o romance de Garv e Maggie e os acontecimentos que culminaram no fim de um relacionamento de 9 anos, regado de amor e carinho, porém, com muitos acontecimentos marcantes e que desgastaram essa união, entre eles, abortos naturais, e a imensa vontade de Garv em se tornar pai.



Durante a leitura, percebemos uma Maggie completamente desgovernada, querendo viver tudo o que não viveu enquanto estava casada, mas em determinado momento, percebe que ao lado do marido, viveu experiências que outras mulheres na idade dela não tiveram a chance de viver e que jamais saberiam o significado. Esse reencontro com o passado e a visita inesperada de Garv, depois de tanto tempo, vão deixar Maggie balançada e ela precisará encerrar esse capítulo da sua vida de uma vez por todas.

O final do livro é surpreendente e adorável, e como todos os finais da Marian, aconteceu do jeito que eu queria hahah A história é cativante do início ao fim, e quem já esteve ou ainda está em um relacionamento duradouro consegue perfeitamente se colocar no lugar da protagonista e dividir com ela as mesmas dúvidas e sentimentos. Nesse enredo apaixonante e comovente, a autora nos faz refletir sobre diversos temas e polêmicos como a hegemonia do casamento e o aborto, de forma bem-humorada, porém, carregada de mensagens e aprendizados. Vale muito a pena fazer a leitura! 


"As estrelas estão sempre lá, mesmo durante o dia. Nós é que nem sempre conseguimos vê-las." 

 CLASSIFICAÇÃO:



ÓTIMO!


15/01/2017

# Publique com a Editora Illuminare

Editora Illuminare está aceitando originais para publicação.

Contos, romances, fantasia, terror, poesia.
Basta enviar original em WORD, com biografia 


A Illuminare publica em "parceria de custos com o autor", mas não é somente gráfica. Ela divulga, vende na livraria com 100% de lucro ao autor, envia livros do autor para resenhas, revistas, eventos, tudo incluso na proposta editorial.



Site da editora: 
Site da livraria da editora: 

Não perca mais tempo e venha fazer parte!


Beijo!


13/01/2017

Autor da vez # 07

Olá, galera! Tudo bem? 
Espero que sim!

Ontem, dia 12, foi meu aniversário, completei 23 primaveras hahah Mas a comemoração, no entanto, não foi apenas a minha, e a razão disso é que o post de hoje, vai falar um pouco sobre uma grande escritora de romances de época e que nasceu no mesmo dia que eu, Julia Quinn.


Julia Quinn, pseudônimo de Julie Pottinger, começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Criada, pelo menos em boa parte de sua vida, na Nova Inglaterra, desde criança ela esteve em contato com os livros. Suas leituras preferidas eram os romances. Tudo isso contribuiu para que hoje seus livros ultrapassem a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série "Os Bridgertons". Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos.

Ela estava na Bienal do Rio em 2015, infelizmente, não pude ir, mas como ela acabou vindo para Curitiba para uma sessão de autógrafos do livro "O Conde Enfeitiçado", minha amiga que mora lá conseguiu comparecer e pegou autógrafos para mim! Deve ter sido uma experiência única!

Aqui está a lembrança:


Para completar a alegria dos fãs, ela volta esse ano para o Brasil, e com isso a Arqueiro irá lançar 4 livros no dia 08/02 para nos prepararmos para a visita. Olha que box lindo:


E aí? Ansiosos?

Curtiram o post especial sobre a Julia Quinn? Já leram algum livro? O que acham da escrita dela? Comentem!


Beijinhos literários!


11/01/2017

# Sorteio de Férias - Diário de uma Escrava

Oi, galerinha! Para comemorar as férias e o lançamento da escritora Rô Mierling, o Álbum de Leitura e Blogs Parceiros vão sortear, além do livro Diário de uma Escrava autografado, mais 12 livros e 270 marcadores! Isso mesmo! E um detalhe importante: teremos somente um sorteado!!

Vamos às regras? (Atenção, todas as regras são obrigatórias e serão conferidas)
1. Deixar um comentário na resenha do livro Diário de uma Escrava
2. Seguir os blogs de forma pública:
3. Curtir as Fanpages
4. Seguir os canais no Youtube
Não deixem de compartilhar este post e convidar seus amigos!!
Cada um dos blogs será responsável pelo envio dos itens (livro ou marcadores/mimos)
Cabe a autora Rô Mierling o envio do livro Diário de uma escrava e à Editora Illuminare o envio de 2 livros surpresa!
O sorteio será realizado através dos comentários realizados na resenha do livro Diário de uma escrava, no dia 04/02
Não perca tempo e participe!
Beijos

10/01/2017

# Eu li, e você? # 77

Título: Salva pelos Bolos
Autor: Marian Keyes
Número de páginas: 232
Ano: 2016
Editora: Bertrand Brasil

Ao contrário que a maioria pensa, "Salva pelos Bolos" não é um romance açucarado. Nada disso. Aliás, os motivos que levaram Marian a escrevê-lo foram justamente pelo fato de ter conseguido vencer uma das etapas mais difíceis de toda sua vida: a amarga luta contra a depressão.

"Era como se tivesse ocorrido uma avalanche na minha cabeça e eu tivesse sido arrastada por uma força terrível para algum lugar estranho, fora do mapa, onde não havia nada nem ninguém familiar. Eu me sentia como se estivesse em um filme de ficção científica. Como se estivesse vivendo em um universo paralelo. Estava completamente perdida."

Novata na cozinha, ela conta, entre suas receitas, detalhes sobre sua vida e como a aventura pelo mundo dos bolos lhe ajudou a se concentrar no aqui e agora.

Tudo começou quando ela decidiu presentear uma amiga com um bolo, e a partir de então, não parou mais! O livro é cheio de dicas para pessoas totalmente inexperientes (como eu), e cada receita possui um porquê de estar ali, seja por ter marcado sua infância, por se tratar de uma tradição na Irlanda, ou receitas da mãe e da sogra. Além disso, o livro é dividido em sessões que facilitam na hora de encontrar a receita almejada.

O capricho da Bertrand com os livros da Marian, mais uma vez foi impecável! Sou apaixonada por esses livros coloridinhos haha Lê-lo foi algo totalmente diferente da experiência com todos os outros livros dela (Sim, já li e tenho todos publicados no Brasil, porque é muito amor por essa autora), e amei, lógico! Assim como eu amo tudo que ela faz! Já adianto: nem em um livro com 80 receitas, ela não perde o humor, gente! O livro é o máximo!

Agora, para deixá-los curiosos, tirei algumas fotos do livro, inclusive das receitas que eu "ousei" fazer e, modéstia à parte, ficaram bem gostosas, mesmo tendo levado minha mãe à loucura kkk








CLASSIFICAÇÃO:


ÓTIMO!




07/01/2017

# Top 10 - Os melhores livros de 2016

Oi, gente linda!

Trouxe para vocês meu Top 10 com as melhores leituras de 2016. Vamos ver quais foram os selecionados?

# 10
O décimo lugar vai para Salva pelos Bolos de Marian Keyes, apesar de ter em sua essência o humor característico das obras dela, dessa vez deixei minha autora favorita por último nesta seleção.
Resenha em breve!

03/01/2017

# Editora Illuminare convida...

Oi, galerinha! Tudo bem?

Iniciamos 2017 com uma ótima notícia: agora, o Álbum de Leitura também é parceiro da Editora Illuminare! Então fiquem de olho, pois sempre teremos novidades fresquinhas para vocês, começando hoje, inclusive.

Trata-se de uma seletiva de antologias organizada pela Editora. Veja os detalhes para participar:

EDITORA ILLUMINARE CONVIDA TODOS
a participarem da nova Seletiva para Publicação 

Os envios serão: de Janeiro a 20 Fevereiro / 2017
Lançamentos Abril/maio: Rio de Janeiro / São Paulo / Buenos Aires
Tipo de textos: Contos * Crônicas * Poesias.
Escolha os livros que mais te agradam e envie seu texto.
Destaque-se a nível nacional e internacional.

02/01/2017

# Retrô 2016

Oi, pessoas! 

Como estão? Assim como prometido, o post de hoje é uma retrospectiva, no qual vou falar um pouco sobre o que aconteceu por aqui no ano de 2016.

Bem, vamos começar com a minha meta de leitura. Em 2016, eu li 53 livros, totalizando (de acordo com o Skoob) 11.097 páginas. Lógico que eu queria ter lido mais que isso, pois em 2015 eu li 11.819 páginas, totalizando 37 livros. Então digamos que eu consegui bater a minha meta em número de livros, mas não em número de páginas, não sei se vocês me entenderam rs?

Enfim, vamos voltar para os livros que eu li: 27 deles eu recebi das editoras parceiras do blog: Petit, Butterfly, Gente, Única, Belas Letras e Oasys Cultural.





01/01/2017

# Feliz 2017

O Álbum de Leitura deseja a todos os leitores um abençoado 2017, repleto de sucesso tanto na vida pessoal quanto na profissional!

Aguarde que o blog estará cheio de novidades esse ano, e em breve teremos o Álbum de Leitura Retrô, no qual irei falar um pouquinho do que aconteceu em 2016 por aqui.



Que venham 365 dias de leituras maravilhosas, livros desejados e favoritos, realizações, felicidades e muita saúde!

Beijinhos literários!