Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

29/01/2015

Eu li, e você? # 19

Título: O Alienista
Autor: Machado de Assis
Número de páginas: 108
Ano: 2007
Editora: Saraiva

O conto relata os acontecimentos na pequena cidade de Itaguaí e o alvoroço que se instaura após a chegada do “maior dos médicos do Brasil, de Portugal e das Espanhas”, o alienista e personagem principal, Simão Bacamarte. Decidido a dedicar-se ao estudo da mente humana, constrói na cidade um manicômio chamado Casa Verde, com o intuito de abrigar indivíduos loucos que servirão de cobaias em seus experimentos científicos.

Fanático pelo cientificismo, o protagonista busca os limites entre a loucura e a razão. Sua teoria é de que o espírito humano é uma vasta concha cujo objetivo é extrair a pérola, ou seja, a razão:


demarquemos definitivamente os limites da razão e da loucura. A razão é o perfeito equilíbrio de todas as faculdades; fora daí insânia, insânia e só insânia

As pessoas destinadas inicialmente a habitar a Casa Verde para posterior estudo e diagnóstico, possuíam realmente casos de loucura e a internação era aceita pela sociedade.
Em determinado momento, no entanto, Simão Bacamarte passou a enxergar a loucura em todos e internar aqueles que causavam qualquer tipo de espanto...

Enquanto essas internações vão acontecendo, a população fica cada vez mais alarmada e o clima mais tenso. O barbeiro Porfírio que há muito tempo desejava ingressar na carreira política, faz frente ao movimento de protesto. A população se move em direção à casa do alienista, mas é recebida por ele da maneira mais equilibrada e racional

Meus senhores, a ciência é coisa séria e merece ser tratada com seriedade. Não dou razão dos meus atos de alienista a ninguém [...] Poderia convidar alguns de vós em comissão dos outros a virem ver comigo os loucos reclusos; mas não o faço, porque seria dar-vos razão do meu sistema, o que não farei a leigos nem a rebeldes. 

O desfecho é surpreendente e fantástico! O Alienista permite uma análise atemporal da narrativa machadiana e mostra a literatura como fonte de consciência e reflexão, levando seu leitor a diversos questionamentos. Assim como, o conto remete à tentativa frustrante de ideais utópicos, preconceitos, máscaras sociais e às disputas pelo poder, nas quais, de maneira estratégica, irônica e crítica, Machado de Assis desnuda a sociedade da época.

CLASSIFICAÇÃO:

ÓTIMO!

10 comentários :

  1. Eu já tive que ler esse livro na minha escola, e na época eu não dei muita importância. E no ano passado eu li "O Alienista" com outros olhos e foi muito bom!
    Bjs e sucesso com o blog!
    http://escritorawhovian.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna! Realmente com o passar do tempo acabamos nos tornando mais críticos e nem sempre temos maturidade em determinada idade para apreciar a beleza de uma obra como esta...

      Beijos

      Excluir
  2. Li "O Alienista" na oitava série, por obrigação, então não gostei nadinha. Demorei um mês para ler o conto inteiro, acredita? Eu queria ter lido quando estava mais madura para poder gostar mais. Uma pena.

    Beijos,
    http://livrodeunicornios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julia! Nossa, tanto tempo assim?? Talvez um dia desses você volte a dar uma chance a ele, e com certeza irá aproveitar muito mais ;)

      Beijão

      Excluir
  3. Oi Milena!
    Ainda não li esse livro, mas por ser Machado de Assis não tem como decepcionar!
    Está na minha lista de clássicos.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ale! Leia sim! Depois nos conte o que achou dele lá no seu blog... É uma leitura muito rápida e com certeza vale muito a pena...

      Beijo

      Excluir
  4. Mi querida, como vai?
    Adorei a resenha e eu não conhecia esse livro.

    Beijinhos linda e um bom domingo.
    http://cabinedeleitura1.blogspot.com.br/2015/02/bagagem.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigada!
      O Alienista é um clássico incrível, acredito que todos deveriam lê-lo e perceber a excelência da escrita de Machado de Assis. Além disso, como se trata de um conto, é bem rapidinho pra ler ;)

      Beijo

      Excluir
  5. Oi, Milena!
    Não li e não tenho a menor vontade... rsrs
    Deteeeeeeeeesto Machado de Assis! :D

    Beijo grande!

    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, San! É um grande autor. Sua obra é atemporal e nos faz refletir sobre muitas coisas...

      Beijos

      Excluir